segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Conheça os vilões da conta de luz e saiba economizar

Chuveiro e geladeira são os itens que mais gastam; controlar o uso e mudar hábitos diminuem a cobrança.
Revisão e reajuste na tarifa, bandeiras tarifárias e repasse de prejuízos são exemplos da sobrecarga na conta de luz do consumidor apenas neste ano. Não há como escapar deles, mas é possível amenizar seu impacto.
“O comportamento dos brasileiros mudou. Quando houve racionamento de energia há alguns anos, no primeiro momento, muitos começaram a deixar eletrônicos e eletrodomésticos desligados. Aos poucos, percebeu-se que era possível trocar equipamentos e não perder conforto”, diz o presidente da Abesco (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia).
Chuveiro
O chuveiro elétrico,  por exemplo, é responsável  por quase metade de todo o gasto  de  luz.  Seu consumo é 70% superior ao da opção a gás.   Especialistas afirmam que trocar um pelo outro não significará desperdício de água, pelo fato de o aquecimento demorar por volta de 20 segundos na versão a gás.

“Nesse intervalo, serão perdidos, em média, 8 litros. Isso equivale a 5% ao mês, pouco em relação à economia que será feita pela troca do chuveiro”, diz Aguiar.
De acordo com o lnmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), os banhos não devem durar mais do que oito minutos. Em dias mais quentes, use o chuveiro no modo “verão” ou na potência mínima. Uma opção é acoplar termostatos no chuveiro. Os equipamentos custam, em média RS 40, e controlam a temperatura  desejada.
Geladeira é o segundo item de maior gasto
O segundo produto que mais gasta luz é a geladeira, mas existem maneiras de diminuir esse consumo. O eletrodoméstico, por exemplo, tem de estar a uma distância de cinco dedos da parede, o que facilita a circulação de ar. Caso contrário, o motor irá trabalhar gastando mais.
Itens com mais de sete anos de vida devem ser trocados. Ano a ano, o consumo do motor aumenta. A cada 12 meses, 5% a mais são consumidos. “Verifique a borracha de vedação com a finalidade de identificar se não há vazamento do ar frio e, com isso, perda do rendimento”, diz o lnmetro.

Fonte: Agora SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário